O trabalho desigual: gênero e raça no mercado de trabalho (nº 3)

  • Autor do post:

Nossa sociedade é atravessada por desigualdades de toda natureza. Nascer mulher, preta, e em uma família pobre, por exemplo, significa encontrar ao longo da vida dificuldades muito diferentes e mais severas daquelas enfrentadas por homens, brancos, e em famílias ricas. Tanto os espaços públicos quanto os privados são permeados por características que, por serem estruturais, moldam as relações entre indivíduos até hoje. Entender os mecanismos e espaços que produzem e reproduzem estas desigualdades é o objetivo do nosso Observatório das Desigualdades.

Continue lendoO trabalho desigual: gênero e raça no mercado de trabalho (nº 3)

Desigualdade, mobilidade e a meritocracia à brasileira: anatomia de uma falácia (nº 2)

  • Autor do post:

No debate público sobre as desigualdades no Brasil, tem sido frequente uma posição que sustenta que a desigualdade não deveria ser vista como um problema. A pobreza, sim, seria um problema a ser enfrentado – e o seria pela via do crescimento econômico, que acabaria por beneficiar a todos. Combater a desigualdade seria inútil, injusto e até contraproducente.

Continue lendoDesigualdade, mobilidade e a meritocracia à brasileira: anatomia de uma falácia (nº 2)

Precisamos falar sobre desigualdades (nº 1)

  • Autor do post:

Este boletim inaugura a série de publicações que o Observatório das Desigualdades disponibilizará ao público. O Observatório das Desigualdades é resultado de parceria entre o Conselho Regional de Economia de Minas Gerais e a Fundação João Pinheiro, que tem por objetivo justamente contribuir com o debate informado sobre as diferentes faces da desigualdade social, os mecanismos que as produzem e reproduzem e as formas de enfrentá-la, difundindo e tornando mais acessível o conhecimento e as informações sobre esta marca de nossa sociedade que segue nos desafiando ao longo dos anos.

Continue lendoPrecisamos falar sobre desigualdades (nº 1)