A Região Geográfica Intermediária (RGInt) de Uberlândia¹ foi responsável por 8,6% do Produto Interno Bruto (PIB) estadual em 2017, o segundo maior valor entre as 13 RGInt de Minas Gerais. Destaca-se o município de Uberlândia, com 68,9% do total da RGInt. Além dele, Araguari, Ituiutaba, Araporã e Monte Carmelo, com 8,3%, 5,8%, 2,4% e 2,2%² respectivamente. A Tabela 1 traz informações relativas à participação da agropecuária, indústria e dos serviços no valor adicionado bruto (VAB)³ em relação ao total do estado e da própria RGInt. A produção setorial em relação ao total estadual foi gerada da
seguinte forma: 10,8% (R$ 3,1 bilhões) na agropecuária, 8,0% (R$ 10,2 bilhões) na indústria, 8,4% (R$ 21,7 bilhões) no setor de serviços e 5,7% (R$ 5,1 bilhões) na administração pública, educação e saúde públicas, defesa e seguridade social. Em termos relativos, a estrutura produtiva da RGInt de Uberlândia tem uma presença importante da indústria (25,5% do VAB da RGInt) e dos serviços (54% do VAB da RGInt).

Clique aqui para ler o informativo.