A autonomia econômica das mulheres está diretamente relacionada à sua capacidade de gerar rendimentos e recursos próprios por meio do acesso ao mercado de trabalho e ao trabalho remunerado em condições iguais aos homens. O uso do tempo e a contribuição das mulheres para a economia são dimensões importantes para esta análise conforme preconizado pela Comissão Econômica para América Latina (Cepal). Tendo como referência estudos do Observatório da Igualdade de Gênero da América Latina, apresenta‐se, a seguir, alguns indicadores que compõem o quadro da autonomia econômica das mulheres em Minas Gerais em comparação à média do Brasil.

Clique aqui para ler o informativo.