O índice de concentração de renda no Brasil atingiu o maior valor em sete anos, após um aumento progressivo desde 2014. As razões apontadas por especialistas são a ausência de aumentos reais do salário mínimo desde 2015 e a fragilização do mercado de trabalho.

Clique aqui para ler a publicação.