Imprimir

Belo Horizonte lança relatório dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Data de publicação .

 

 

 

 

Prefeitura Municipal de Belo Horizonte
Quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

 

A Prefeitura de Belo Horizonte, que coordena o Observatório do Milênio, lançou nesta terça-feira, 11/12, o primeiro Relatório de Acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), durante o seminário Belo Horizonte Sustentável.  O documento é fruto dos trabalhos do Observatório do Milênio e apresenta os resultados da cidade em relação aos 17 objetivos estabelecidos pelas Nações Unidas em 2015, com vistas ao alcance de um desenvolvimento das cidades que concilie aspectos econômicos, sociais e ambientais, tornando-as lugares mais seguros, saudáveis e resilientes. 

O relatório apresenta um conjunto de 144 indicadores que foram adaptados à realidade local e serão monitorados até o ano de 2030. O trabalho é fruto de colaboração entre governo local e instituições acadêmicas e de pesquisa, por meio da rede do Observatório do Milênio de Belo Horizonte, atualmente composta pela Prefeitura de Belo Horizonte, Universidade Federal de Minas Gerais, PUC Minas, Fundação João Pinheiro, Universidade FUMEC, Centro Universitário Newton Paiva e Centro Universitário UNA. 

Segundo o gerente de Indicadores da Subsecretaria de Planejamento e Orçamento, Rodrigo Nunes, ao longo do ano, técnicos municipais e especialistas acadêmicos reuniram-se para discutir e definir a composição do sistema local de Indicadores. “O trabalho resultou em um conjunto qualificado de dados e informações que subsidiarão as ações públicas e as atividades de outros atores e instituições locais, com vistas ao alcance de um novo patamar de desenvolvimento para o município alinhado com as metas globais de sustentabilidade”, explicou. 

O gerente ressaltou que o relatório faz um resumo da história do Município. “São apresentados indicadores para todos os assuntos de interesse da administração municipal. A partir de 2019, o Plano de Trabalho do Observatório prevê o detalhamento territorial e temático de cada indicador e, em 2020, a apresentação do segundo relatório de monitoramento das metas locais”, disse.  Esse primeiro Relatório já está disponível no site observatoriodomilenio.pbh.gov.br. 

 

Importância do Observatório

O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, André Reis, destacou a importância do acompanhamento das organizações que compõem o Observatório do Milênio. “Além disso, ressalto também a relevância do quadro técnico da Prefeitura que integra o Observatório. É um trabalho histórico realizado por esta equipe há anos, com engajamento e responsabilidade”, apontou. 

O presidente da Fundação João Pinheiro, Roberto Nascimento, ressaltou a seriedade do trabalho desenvolvido. “A continuidade do trabalho permite observar o movimento dos indicadores ao longo dos anos, ainda mais quando se fala em desenvolvimento sustentável, quando podemos visualizar a velocidade na qual estes indicadores caminham para um resultado que se quer chegar. Temos que pensar na redução das desigualdades e não apenas na diminuição da pobreza. Este trabalho do Observatório é feito com muita seriedade e é fundamental a integração da administração municipal com os parceiros que fazem parte do Observatório”, considerou. 

O subsecretário de Assuntos e Investimentos Estratégicos, Marcos Mandacaru, realçou a importância de se pensar numa cidade sustentável. “Falamos sobre a energia renovável, tratamento de resíduos, reciclagem e do plano da economia verde de Belo Horizonte. Estamos muito atentos em relação aos ODS e uma medida clara foi a criação de uma Diretoria de Desenvolvimento Sustentável, que tem como ação precípua a estruturação do Plano de Economia Verde de Belo Horizonte, em construção com o poder público e a sociedade”, afirmou.   

 

Belo Horizonte é destaque

Para o Oficial Sênior Internacional do Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU Habitat), Alain Grimard, a coordenação do Observatório pela Prefeitura é fundamental para o sucesso da iniciativa. “Estamos muito envolvidos com as autoridades municipais e com os parceiros do Observatório. O Observatório de Belo Horizonte é um exemplo raro para o país. Existiam dois observatórios no país e o único que ainda realiza seus trabalhos é o de Belo Horizonte. Mesmo em toda a América Latina e Caribe, ninguém apresenta relatórios de excelência como os da capital mineira”, salientou. 

A cidade de Belo Horizonte destacou-se ao longo dos últimos anos pelos resultados alcançados no acompanhamento da agenda dos Objetivos do Milênio. Desde 2005, foram produzidos relatórios bianuais de acompanhamento das metas, além de outras atividades tais como seminários, revistas, cartilhas, capacitação de estudantes, dentre outras. Tais iniciativas tornaram a capital uma referência nacional e internacional no monitoramento das metas. O compromisso com o alcance das metas ODS tem sido ratificado pela atual administração, que coordena a rede de parceiros do Observatório e mobiliza esforços para o cumprimento dos objetivos propostos. 

 

Quais são os 17 ODS

Objetivo 1. Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares 

Objetivo 2. Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável 

Objetivo 3. Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades 

Objetivo 4. Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos 

Objetivo 5. Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas 

Objetivo 6. Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos 

Objetivo 7. Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos 

Objetivo 8. Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos 

Objetivo 9. Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação 

Objetivo 10. Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles 

Objetivo 11. Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis 

Objetivo 12. Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis 

Objetivo 13. Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos 

Objetivo 14. Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável 

Objetivo 15. Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade 

Objetivo 16. Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis 

Objetivo 17. Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável 

 

Observatório do Milênio

O Observatório do Milênio de Belo Horizonte é um espaço para produção e disseminação de informações sobre a cidade de Belo Horizonte. É formado por um grupo de instituições que, de modo colaborativo, compartilham seus recursos técnicos e humanos para ampliar e qualificar os conhecimentos com vistas a subsidiar as ações públicas locais em favor do desenvolvimento humano, urbano e ambiental de Belo Horizonte.