Imprimir

16.5.2017 - Unificação das polícias não tem consenso entre deputados e especialistas

Data de publicação .

 

 

 

C√Ęmara Not√≠cias

Terça-feira, 16 de maio de 2017

Especialistas e parlamentares discordaram em audi√™ncia na C√Ęmara sobre a unifica√ß√£o das pol√≠cias no Brasil. O debate ocorreu a pedido do deputado Delegado Edson Moreira (PR-MG), que preside a comiss√£o especial¬†que analisa¬†propostas de unifica√ß√£o das pol√≠cias Civil e Militar.

Para Delegado Edson Moreira, a ideia deve ser implantada o quanto antes.

O que n√≥s pensamos √© na uni√£o das duas pol√≠cias, trabalhando em conjunto com uma s√≥ filosofia e um s√≥ comando, com ramifica√ß√Ķes da preven√ß√£o e investiga√ß√£o. Isso poderia amenizar o problema - resolver n√£o vai, o crime n√£o vai acabar, mas seria importante para a popula√ß√£o. Temos que pensar n√£o nas nossas corpora√ß√Ķes, mas no ser humano, no povo que recebe os servi√ßos dos seus estados e paga seus impostos e tem que ser bem atendido", disse.

O deputado Subtenente Gonzaga (PDT-MG) defendeu a implanta√ß√£o do chamado ¬†ciclo completo. "Hoje, a pol√≠cia militar atua na preven√ß√£o e repress√£o; enquanto a pol√≠cia civil faz investiga√ß√£o. No ciclo completo, ambas atuariam de forma plena, do in√≠cio ao t√©rmino da ocorr√™ncia‚ÄĚ, explicou.

População 
Especialista em seguran√ßa p√ļblica, Ricardo Gennari disse que n√£o acredita na unifica√ß√£o como solu√ß√£o no momento, mas destacou a import√Ęncia do ciclo completo para a agilidade do processo. Ele apontou centraliza√ß√£o de poder e falta de gest√£o e planejamento como alguns problemas do atual sistema.

J√° para o professor e coordenador do N√ļcleo de Estudos em Seguran√ßa P√ļblica da Funda√ß√£o Jo√£o Pinheiro, Eduardo Batitucci, o principal problema √© a dist√Ęncia das quest√Ķes da popula√ß√£o. A proposta de unifica√ß√£o, disse, √© invi√°vel no momento.

"Enquanto o sistema de justi√ßa criminal, e aqui eu estou falando das pol√≠cias, do Minist√©rio P√ļblico, do Judici√°rio, do sistema prisional, n√£o se aproximar substantivamente do povo brasileiro e da forma como ele vive, com vulnerabilidade, com humildade, com dificuldade, esses problemas n√£o ser√£o resolvidos por meio de din√Ęmicas organizacionais", avaliou.¬†