Entre 2012 e 2019, a população que se autodeclarava negra só não era predominante nos três estados do sul do país, além de São Paulo. Em 2012, mais de 80% das populações do Amapá e Maranhão eram negras. Em 2019, além desses dois estados, Acre, Amazonas, Pará, Piauí e Bahia também apresentaram percentual superior a 80,0% de população autodeclarada negra. Em Minas Gerais, em 2012, a população negra representava 55,4% do total da população do estado. Em 2019, essa proporção aumentou, passou para 61,0%.

Clique aqui para ler o informativo.