Os governos desempenham uma série de atividades voltadas à provisão de bens e serviços à sociedade, detalhadas no orçamento público na forma de despesas. Esse é o foco do presente Informativo: apresentar, de forma resumida, com o os governos locais estão alocando seus recursos financeiros segundo os dispêndios realizados para o funcionamento e a manutenção dos serviços públicos. Nesse sentido, a análise se concentra na classificação por categoria econômica e seu detalhamento. A primeira categoria é a despesa corrente, que corresponde aos gastos relacionados à manutenção e ao funcionamento dos serviços públicos em geral, com o pessoal e seus encargos sociais, juros e encargos da dívida e outras despesas correntes. Essas englobam as despesas de material de consumo, conservação de equipamentos que não implique em relevante alteração nas características funcionais, diárias de viagens, suporte de infraestrutura, entre outras. A segunda categoria, despesa de capital, corresponde às despesas que produzem ou geram novos bens e serviços públicos de forma a contribuir para formação ou aquisição de um bem de capital.

Clique aqui para ler o informativo.