Em 2020, as exportações estaduais registraram crescimento de 4,3%. Entretanto, nesse mesmo ano, as exportações da RGInt de Teófilo Otoni retraíram-se 30,3%, refletindo a queda das exportações de carnes e miudezas e de pedras preciosas.

A participação das exportações da RGInt correspondeu a 0,5%[3] do total (0,2 ponto percentual – p.p. – inferior ao registrado em 2019). Em termos de participação, a contribuição das exportações da RGInt é modesta, sendo que desde 2010 situa-se em patamar inferior a 1%. Em 2019, registrou-se o maior valor exportado, correspondente a R$ 157 milhões, impulsionado pelos produtos mencionados anteriormente.

Clique aqui para ler a publicação.