Emprego e Renda – CAGED: julho/2019

  • Post author:

Para o mês de julho de 2019, os dados do CAGED indicam que, no estado de Minas Gerais, houve criação líquida de 10.609 postos de trabalho formais, resultantes da diferença entre 163.889 admissões e 153.280 desligamentos. Em termos percentuais, os empregos gerados em Minas Gerais corresponderam a 21,7% do total de empregos formais líquidos do país (Gráfico 1).

Continuar lendoEmprego e Renda – CAGED: julho/2019

Qual a participação dos impostos indiretos sobre a carga tributária brasileira? Isso é um problema?

  • Post author:

De acordo com o gráfico disponibilizado pelo Senado, dentre os países observados, o Brasil é o segundo país com maior incidência indireta na carga tributária, atrás, somente, do Chile. É possível identificar que cerca de 50% da incidência tributária recai sobre bens e serviços, ou seja, praticamente metade da arrecadação provém de impostos indiretos, embutidos nos preços pagos pela população ao adquirir produtos e serviços.

Continuar lendoQual a participação dos impostos indiretos sobre a carga tributária brasileira? Isso é um problema?

IMRS — Vulnerabilidade Social (nº 06/2019)

  • Post author:

Para entender melhor esses resultados, devem ser considerados os indicadores que compõem o IMRS Vulnerabilidade Social. Dos nove indicadores que compõem o subíndice, relacionados anteriormente, foram selecionados três (percentual da população pobre e extremamente pobre, percentual de pessoas em idade produtiva sem ocupação, índice de desenvolvimento do CRAS - normalizado) para detalhamento neste informativo, um relacionado com a caracterização da situação; outro, com o mercado de trabalho; outro, com a gestão. Para a formação do subíndice em 2016, visando a contornar as flutuações anuais próprias das estatísticas de registro, é calculada um a média de cada indicador selecionado para 2015, 2016 e 2017. A discussão tem como referência o resultado da média trienal de cada um deles.

Continuar lendoIMRS — Vulnerabilidade Social (nº 06/2019)