Making in Minas: identificando produtos que possam contribuir para a sofisticação econômica de Minas Gerais (nº 9)

  • Post author:

Minas Gerais posiciona-se em segundo lugar no ranking dos estados brasileiros que mais exportam, e ocupa a terceira colocação dentre os estados da federação em termos de Produto Interno Bruto (PIB). Apesar de sua grande importância relativa em termos de tamanho de sua produção total, Minas Gerais figura como um estado profundamente dependente das exportações de dois produtos: minério de ferro e café. Esse artigo aplica diversas medidas do product space disponíveis na plataforma DataViva (Dataviva.info) - ferramenta de visualização que provê dados oficiais em comércio no nível subnacional - para analisar oportunidades de sofisticação da economia mineira. O desafio fundamental para mover-se em direção a produtos mais sofisticados é fazer uso de habilidades produtivas existentes, enquanto novas capacidades mais complexas são ainda adquiridas. O texto visa subsidiar o processo de tomada de decisão dos formuladores da política econômica estadual, identificando-se, para Minas Gerais um conjunto de produtos que não esteja distante das capacidades produtivas atuais do estado, produtos esses que, simultaneamente, possam contribuir para maior sofisticação da economia mineira.

Continuar lendoMaking in Minas: identificando produtos que possam contribuir para a sofisticação econômica de Minas Gerais (nº 9)

Federalismo e Políticas Públicas: o difícil equilíbrio entre autonomia e coordenação (nº 8)

  • Post author:

A Constituição Federal de 1988 instituiu no Brasil um tipo de federalismo considerado um dos mais descentralizados entre todas as federações (ABRÚCIO 2005, SOUZA 2005). Após a sua promulgação, as relações federativas transitaram de uma competição predatória entre os entes federados para um modelo mais centralizado com maior protagonismo da União, do Governo Federal e do Executivo Federal. Frente aos problemas e aos desafios que se impõem ao federalismo e a federação brasileira, este trabalho se propõe a revisar parte da literatura que discute o funcionamento, os problemas, as tensões e as possibilidades que se apresentam ao país. Para isso, ele faz três movimentos, o primeiro define e caracteriza federalismo. O segundo revisa parte da literatura sobre o federalismo brasileiro e extrai dela as origens do arranjo no país e os seus principais problemas. E o último movimento, se propõe a explicar como se equilibra o arranjo federativo e as relações intergovernamentais para a provisão de políticas públicas no país, após a promulgação da Constituição Federal de 1988. Um dos seus achados é que a literatura mostra que na atualidade, devido a maior capacidade da União, o federalismo brasileiro tende para a centralização e redução da autonomia dos entes subnacionais.

Continuar lendoFederalismo e Políticas Públicas: o difícil equilíbrio entre autonomia e coordenação (nº 8)

Perfil dos prefeitos eleitos e evolução de iniciativas de inclusão digital entre 2009 e 2012 (nº 7)

  • Post author:

O estudo aqui apresentado correlaciona as características dos prefeitos eleitos em 2008 e as principais iniciativas de inclusão digital, inseridas dentro das políticas adotadas pelos governos municipais no mandato 2009/2012. Trata-se de uma pesquisa quantitativa a partir da análise de dados secundários provenientes das bases de dados da Pesquisa de Informações Básicas Municipais dos anos de 2009 e de 2012, do IBGE. O estudo envolveu uma análise comparativa de forma a buscar correlação entre as variáveis analisadas com vistas aos objetivos pretendidos. Os resultaram identificam relação entre o perfil etário e as iniciativas de inclusão digital, especialmente favorável para os prefeitos da geração Y. As demais características de perfil de prefeitos não apresentaram relação de influência com as iniciativas de inclusão digital dos municípios.

Continuar lendoPerfil dos prefeitos eleitos e evolução de iniciativas de inclusão digital entre 2009 e 2012 (nº 7)

Características socioeconômicas do eleitorado e de seus representantes eleitos nas prefeituras brasileiras: análise de convergência entre perfis (nº 6)

  • Post author:

O texto investiga a existência de relação de similaridade entre as características gerais dos representantes eleitos nas prefeituras brasileiras e o perfil demográfico e socioeconômico da população em idade de votar. O estudo analisa comparativamente o perfil dos representantes eleitos no que se refere às suas características gerais, ou seja, sexo, idade, nível de instrução e ocupação no período de 2000 a 2016, em relação às características gerais do “eleitorado” no que diz respeito à idade, sexo e nível de instrução. Como resultado, se tem que as disparidades nas associações entre perfil dos eleitos e dos “eleitores” tornam claros os indicativos de que o poder executivo local não apresenta, de modo geral, semelhança com as características do “eleitorado” brasileiro, dentro dos pressupostos da teoria descritiva por semelhança proposta por Pitkin (1985), uma vez que não espelham de forma fidedigna a sociedade como um microcosmo de quem a representa.

Continuar lendoCaracterísticas socioeconômicas do eleitorado e de seus representantes eleitos nas prefeituras brasileiras: análise de convergência entre perfis (nº 6)

Perfil dos candidatos a prefeito e perfil dos prefeitos eleitos: estudo evolutivo das eleições realizadas no período entre 2000 e 2016 (nº 5)

  • Post author:

O estudo tem como objetivo identificar os atributos sociais e profissionais que ajudariam a explicar o perfil dos vitoriosos nas eleições para prefeito no período de 2000 a 2016 e avaliar, dessa forma, o impacto desses atributos no sucesso eleitoral. A pesquisa classificase como de natureza exploratório-descritiva. Foram utilizados os dados básicos provenientes dos relatórios eleitorais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De forma geral, pode-se dizer que relativamente as probabilidades de sucesso eleitoral calculadas conjuntamente observou-se que sexo, idade e ocupação foram características preponderantes nas eleições para as prefeituras em praticamente todas as eleições analisadas.

Continuar lendoPerfil dos candidatos a prefeito e perfil dos prefeitos eleitos: estudo evolutivo das eleições realizadas no período entre 2000 e 2016 (nº 5)

Avaliação da qualidade das informações de nascimento do registro civil e do Sinasc para Minas Gerais (nº 3)

  • Post author:

O estudo foi desenvolvido no âmbito do acordo de cooperação técnica para elaboração das “projeções de população estadual e o aprimoramento metodológico das estimativas das populações municipais” assinado entre a Fundação João Pinheiro (FJP) e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O presente Texto para Discussão tem como objetivo avaliar a precisão das informações de nascimentos registrados no Registro Civil e no Sistema de Informações Sobre Nascidos Vivos em Minas Gerais, além de permitir conhecer o nível e padrão da fecundidade mais recente das mulheres residentes em Minas Gerais e avaliar as hipóteses da componente fecundidade para as projeções populacionais adotadas pelo IBGE na revisão de 2013. O principal achado é a constatação de que as informações de nascimentos registrados em ambas as fontes de dados serem consideradas de boa qualidade estatística, tanto para fins demográficos quanto sociais, para o total de Minas Gerais. Como fonte de informação, as estatísticas vitais são extremamente importantes na elaboração de indicadores de saúde para o planejamento, execução e avaliação de políticas.

Continuar lendoAvaliação da qualidade das informações de nascimento do registro civil e do Sinasc para Minas Gerais (nº 3)

Perfil dos prefeitos eleitos nos municípios brasileiros: estudo evolutivo das eleições realizadas no período entre 2000 e 2012 (nº 4)

  • Post author:

O objetivo do texto é estudar o perfil dos prefeitos eleitos nos municípios brasileiros com vistas a associá-lo às escolhas expressas pelo voto. Para tanto, será objeto de construção e análise o perfil dos prefeitos municipais eleitos relativamente às variáveis: sexo, idade, grau de instrução e ocupação; o perfil demográfico e socioeconômico do eleitorado brasileiro; e, estudo estatístico de possíveis correlações entre o perfil do eleitorado e suas escolhas para o ocupante do cargo de prefeito municipal. O texto apresenta os achados nas análises quantitativas realizadas no perfil dos prefeitos eleitos, numa perspectiva longitudinal, nos anos 2000, 2004, 2008 e 2012. O estudo, de natureza exploratório-descritiva, envolve procedimentos metodológicos de exploração de bases de dados estatísticos. A fonte de dados do estudo compõe-se de dados secundários relativos aos candidatos a prefeitos, disponibilizados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Continuar lendoPerfil dos prefeitos eleitos nos municípios brasileiros: estudo evolutivo das eleições realizadas no período entre 2000 e 2012 (nº 4)

O sistema eleitoral brasileiro e o poder executivo local: contextualização histórica, características e aspectos conceituais e legais (nº 2)

  • Post author:

Parte integrante do projeto de pesquisa CSA - APQ-02829-14 – Edital 01/2014, Demanda Universal – intitulado “Análise do perfil dos prefeitos eleitos e dos eleitores brasileiros: estudo evolutivo das eleições realizadas no período entre 2000 e 2012”, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG) e ora em execução pela Fundação João Pinheiro (FJP), o presente Texto para Discussão apresenta alguns fundamentos teóricos sobre o sistema eleitoral brasileiro no que concerne às eleições municipais. O objetivo é fornecer visão panorâmica acerca da evolução, características e principais aspectos das eleições em nível municipal e contextualizar o estudo principal que é o perfil dos prefeitos brasileiros. O estudo envolveu intensa revisão bibliográfica em destaque para o poder público municipal no Brasil, o sistema eleitoral e as eleições municipais, bem como o processo eleitoral e a representação política, o recrutamento eleitoral, as chances de sucesso eleitoral e o financiamento de campanha.

Continuar lendoO sistema eleitoral brasileiro e o poder executivo local: contextualização histórica, características e aspectos conceituais e legais (nº 2)

Economia do Turismo de Minas Gerais 2010-2014 (nº 1)

  • Post author:

Em sua edição número 1, o estudo Economia do Turismo de Minas Gerais 2010­ 2014 apresenta os dados do Valor Adicionado (VA) do turismo para o Estado e seus 853 municípios produzidos a partir de uma metodologia proposta pelo CEI para acompanhamento anual desse conjunto de atividades e, dessa forma, contribuir para a literatura acerca da importância do turismo para o estado de Minas Gerais em uma ampla agenda de discussão sobre diversificação da economia.

Continuar lendoEconomia do Turismo de Minas Gerais 2010-2014 (nº 1)